Viagem de reconhecimento para o Canadá

A visão do mundo através dos olhos de um casal que busca seus sonhos em harmonia com a natureza, os animais e as pessoas

Viagem de reconhecimento para o Canadá

Como futuros Canadenses, nada melhor do que conhecer Toronto no inverno, sim, em janeiro de 2016 pegamos um vôo para a nossa primeira viagem ao Canadá. Não foram uma nem duas pessoas que nos perguntaram, “por que ir no inverno, vocês são loucos”? A resposta era simples, precisávamos ter a certeza que aguentaríamos esse temido inverno, afinal, vamos o encarar por muitos e muitos anos, ah, e sim somos!

Quando tudo se torna expectativa

Sabíamos que iriamos nesses 10 dias encarar muito frio em três cidades diferentes, mas confesso que torci para não ser como o inverno de 2015 ou de 2014, contudo minha expectativa em ver e sentir a neve pela primeira vez era alta. Eu consegui um casaco emprestado e uma bota (a qual na volta eu comprei de tão quentinha e confortável), o Felipe pegou um super casaco emprestado também. Em Toronto ficamos na casa de nossos queridos amigos, de lá partíamos para reuniões em Oshawa (cidade vizinha que faz parte de Durham Region que por sua vez faz parte da Greater Toronto Area, GTA) conhecemos o Durham College e a University of Ontario Institute of Technology.

A empolgação era muita e o medo também, nesse período eu já estava fazendo aulas de inglês por meio ano, o que com certeza não me dava a segurança para sair falando ou fazendo os pedidos nos restaurantes sozinha,poor Felipe, ele muitas vezes foi meu tradutor.

Tínhamos vontade conhecer tudo, experimentar cafés, comidas (vale ressaltar que para um vegano esse lugar é o paraíso, contarei melhor em outro post), porém quando eu colocava o rosto na rua no -10ºC com sensação de -15ºC, -20ºC eu arrepiava e pensava duas vezes antes de encarar a caminhada até o metrô. Aqui cabe uma observação, uma semana após nosso retorno a temperatura caiu chegando a sensação de -40ºC. Claro que eu ainda não conhecia todas as “manhas” de se vestir no frio, principalmente de cobrir o rosto, pois foi o lugar que eu mais senti. Foi lá andando pelas ruas que descobrimos a real importância dos bolsos, luvas, manta, touca, hidratante labial e creme para as mãos.

Muita neve em Waterloo

Até então eu só havia visto neve acumulada no chão em Oshawa, pelo menos era o que eu achava até conhecer Waterloo, por lá ficamos dois dias na casa do nosso amigo (sobre aquele ditado “nada como ter amigos” é a mais pura verdade), o Felipe tinha uma reunião agendada e depois curtimos a cidade e conhecemos a University of Waterloo, etc.

Esse foi o “etc”

Resumindo ao máximo para não ficar muito extenso, essa viagem foi de uma grandeza, pois estávamos revendo amigos, conhecendo um pouquinho e se apaixonando pelo País, pela Província que escolhemos viver e de uma gratidão enorme por ter tido essa oportunidade. Falando em lugar que escolhemos viver, pois então, vamos morar na GTA, devido ao nosso processo de imigração (take it easy contarei o tipo de visto e o nosso processo em breve) e local de trabalho. Além de ser um lugar encantador , fica a menos de uma hora de Go Train até a Union Station e ao leste de Downtown Toronto.

Deu tempo para um café com Wolverine ( Parkwood Estate, casa utilizada em vários filmes) Oshawa

Agora cheguei na parte dos agradecimentos, aos nossos amigos que fizeram questão de abrir suas casas para nós no Canadá, nos mostrando a cidade, fazendo sopas deliciosas e cookies veganas, ahhhh essas sopas e cookies 🙂

Por fim aos nossos amigos que depois de tentativas frustradas de marcar um café durante nossa conexão em Fort Lauderdale na Flórida (sim, ainda estou contando sobre a mesma viagem, pois nosso vôo foi super econômico, cheio de conexões e tivemos que trocar de aeroporto em Miami) perdemos a conexão, assim nosso embarque ficou para o dia seguinte e fomos super bem recebidos por eles!

Amigos, obrigada pela torcida!

Mande sugestões, nos siga no TwitterInstagram e aqui no blog. Não perca nenhuma dica!

Continua…

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.