Imigrar ou não com o seu animal de estimação

A visão do mundo através dos olhos de um casal que busca seus sonhos em harmonia com a natureza, os animais e as pessoas

Imigrar ou não com o seu animal de estimação

Uma professora e ex colega muito querida por mim, uma vez conversando ela me falou, “Vanessa, eu não estou nesse mundo para JULGAR e sim para AJUDAR”. Resolvi começar esse post com essa recordação (muito sábia) porque é exatamente a minha intenção com esse blog (e na vida, pelo menos assim eu tento), eu abordarei um assunto e colocarei minha opinião (mais uma vez, MINHA) sincera e amorosa, tentando sempre fazer o leitor pensar à respeito.

De maneira alguma entendam esse ou outros posts como julgamentos, sei também que de opiniões o mundo e principalmente a internet está cheia, mas algumas nos agregam e nos fazem pensar e nos tiram da nossa zona de conforto, essas valem a pena!

Desde que começamos a falar em sair do Brasil vieram as variadas perguntas: 1- Vão levar os gatos? 2- Vão deixar os gatos com tua mãe? 3- Aonde vão deixar os gatos?

Essas são somente as perguntas que eu lembrei, mas as reações depois da nossa resposta que sempre é “eles vão conosco, não iriamos sem eles”, são as mais variadas também, desde pessoas que dizem “ai que bom” até pessoas que começam a rir e quando falamos que é sério elas dizem “nossa, que engraçado”. Pois é sobre isso que eu gostaria de desabafar um pouco, sei que muitas pessoas perguntam por desinformação mesmo, não sabem que isso é possível e que não é tão complicado assim, mas outras perguntam porque acham um absurdo você se importar com um animal.

A conclusão que eu chego com tudo que já vi, ouvi e vivi sobre isso é que antes de chegar a esse questionamento de levar ou não para outro país o seu animal, as perguntas corretas antes adotá-lo/comprá-lo deveria ter sido: Eu tenho condições de ceder meu tempo, abrir mão de uma viagem, um passeio, vou ter paciência, darei amor, eu quero receber esse amor, abrirei mão de comprar algo caso ele necessite de algum tratamento que esteja fora do meu orçamento mensal, tenho consciência da minha responsabilidade para com ele, etc?

Quando me perguntam se devem levar ou não, eu sempre dou a mesma resposta, “você quem sabe o que é melhor para você, sua família e para o seu animal de estimação”. Eu sempre mando vídeos, links e tudo que eu sei que possa fazer a pessoa tomar a melhor decisão para todos, mas isso só funciona se ela ainda não estiver com a opinião formada e esteja aberta as possibilidades.

Sei que em muitos casos o animalzinho ficou realmente melhor com a nova família, principalmente se essa família já o conhecia. O que posso dizer é que desde o momento da decisão eu e o Felipe nos preocupamos com o bem estar dos nossos filhos gatos, vai gastar? Lógico, todavia é só se planejar! Pense naquelas perguntas lá do começo e tome suas decisões sempre baseadas em fatos, leia, pesquise, não tire uma conclusão tão importante como essa porque alguém te falou que custa X para levar.

E para ajudar na sua decisão vou deixar links aqui em baixo de canais e blogs sobre o Canadá que abordaram esse tema, lembrem de sempre conferir no site oficial do governo 🙂 Que aconteça o melhor para todos!

Mande sugestões, nos siga no TwitterInstagram e aqui no blog. Vem muita coisa boa por aí!

Clique nos links abaixo para saber mais informações:

https://gabynocanada.com/tag/trazer-seu-cachorro-para-o-canada/

https://www.youtube.com/watch?time_continue=1&v=Ev0P2E1kNmk

https://www.youtube.com/watch?v=1xRl4XJ36Zs

https://www.youtube.com/watch?time_continue=2&v=JAiOVvHAfBo

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.